RFEM - Cálculo

Cálculo no RFEM 5

 

Análise estrutural linear e não linear 

 

Configuração individual dos parâmetros de cálculo

 
Todos os tipos de barras podem ser calculados segundo a análise linear elástica, de segunda ordem ou de grandes deformações. Esta opção de seleção está disponível para casos de carga, bem como para combinações de carga. Outros parâmetros de cálculo podem ser definidos individualmente para os casos de carga, combinações de carga e de resultados, os quais aumentam a flexibilidade em relação ao método de cálculo e às especificações detalhadas
Seleção de um método de cálculo
 

Aplicação da carga por aumentos sucessivos

 
As cargas podem ser aplicadas por aumentos sucessivos. A opção de incremento é especialmente útil para o cálculo segundo a análise de grandes deformações. Para barras, pode ter em consideração as deformações por corte e relacionar as forças internas com o sistema deformado ou não deformado.
Parâmetros de cálculo globais
 

Análises de sub-estruturas independentes

 
Agora pode também calcular sub-estruturas independentes. Duarante o processo de cálculo pode observar o desenvolvimento das deformações num diagrama. Desta forma, é mais fácil de avaliar o comportamento convergente.
Ciclo de cálculo com um diagrama de deformações
 
Processador multi-core e tecnologia de 64 bits
 

O cálculo inclui um gerador otimizado de malhas de EF e suporta os mais recentes processadores multi-core e tecnologia de 64 bits. Assim, é possível o cálculo paralelo de casos e combinações de cargas lineares, devido à utilização de diversos processadores sem o uso adicional de memória (RAM): Apenas tem de criar a matriz de rigidez uma vez. Com a tecnologia de 64 bits e as opções avançadas de RAM pode mesmo calcular sistemas estruturais complexos utilizando o cálculo direto e rápido.
Durante o processo de cálculo pode observar o desenvolvimento da deformação num diagrama. Desta forma, é fácil de avaliar o comportamento convergente.

 
Imperfeição aplicada a uma barra