RX-TIMBER Frame 2.xx

RX-TIMBER Frame 2.xx

Cálculo de pórticos tri-articulados com juntas de canto com união dentada 

O módulo individual RX-TIMBER Frame dimensiona pórticos tri-articulados para os estados limite último, de utilização e proteção contra incêndio de acordo com a EN 1995-1-1:2004-11 (EC5) ou DIN 1052:2008-12. Adicionalmente, a verificação da proteção contra incêndio está também disponível de acordo com a EN 1995-1-2 ou DIN 4102, parte 22.
Características do programa

  • Os seguintes tipos de geometria podem ser dimensionados:
    • Simétrico/assimétrico
    • Semi-pórtico
    • Pilar inclinado interior/exterior
    • Com/sem peça intermédia
  • Direção das lamelas pode ser definida paralela à borda interior ou exterior
  • Na EN 1995 estão de momento disponíveis os seguintes documentos de aplicação nacional:
    •  DIN EN 1995-1-1:2005-12+A1:2008-09/NA:2013-08 (Alemanha)
    •  ÖNORM B 1995-1-1:2009-07 (Áustria)
    •  CSN EN 1995-1-1:2009-07 (República Checa)
    •  EN 1995-1-1 DK NA:2011-12 (Dinamarca)
    •  UNI EN 1995-1-1:2010-09 (Itália)
    •  NEN EN 1995-1-1:2005/NB:2007-11 (Holanda)
    •  NF EN 1995-1-1:2005-11/NA:2010-05 (França)
    •  PN EN 1995-1-1:2010-04/NA:2010-09 (Polónia)
    •  SFS EN 1995-1-1/NA:2007-11 (Finlândia)
    •  SS EN 1995-1-1:2004+AC:2006+A1:2008 (Suécia)
    •  NBN EN 1995-1-1:2012-07 (Bélgica) 
    •  BS EN 1995-1-1 2006-10 (Reino Unido)
    •  SIST EN 1995-1-1/A101:2006-03 (Eslovénia)
    •  STN EN 1995-1-1/NA: 2008-12 (Eslováquia)
  • Entrada simples da geometria com gráficos de apoio
  • Geração automática de cargas de vento e neve
  • Criação automática das combinações necessárias para as verificações do estado limite último, estado limite de utilização e proteção contra incêndio
  • Possibilidade de definir casos de cargas e cargas
  • Biblioteca extensa de materiais para ambas as normas
  • A biblioteca de materiais pode ser expandida com mais materiais.
  • Biblioteca extensa para cargas permanentes
  • Atribuição de estruturas portantes para classes de utilização e especificação de categorias de classes de utilização
  • Determinação de quocientes de verificação, reações de apoio e deformações
  • Breve informação sobre verificações cumpridas e não cumpridas
  • Escalas de referência coloridas nas tabelas de resultados
  • Exportação de dados direta para o MS Excel
  • Interface DXF para criação de documentos de produção em CAD
  • Idiomas do programa: português, inglês e outros idiomas europeus (ao todo 9)
  • Relatório de impressão com todas as verificações necessárias no seguintes idiomas: português, espanhol, francês, alemão, inglês, chinês, italiano, russo, checo, polaco, húngaro, grego,  holandês, eslovaco
Entrada de dados

Para modelação do pórtico estão disponíveis várias opções. A introdução da geometria é suportada por representações gráficas. As alterações são atualizadas automaticamente. A entrada das dimensões básicas e da geometria é efetuada por tabelas. O programa verifica durante a entrada de dados, se as condições para criação da viga (p. ex. curvatura das lamelas) são cumpridas de acordo com a norma. Os parâmetros de geometria mais importantes são atualizados e representados durante a introdução de dados.


Como material, pode ser selecionada numa biblioteca a classe de madeira desejada. Todas as classes de materiais especificadas em DIN 1052:2008-12 ou EN 1995-1-1:2004 (EC5) e nos anexos nacionais selecionados estão disponíveis para madeira laminada colada, frondosa e conífera. Mais ainda, existe a possibilidade de gerar uma classe de resistência com parâmetros de material definidos pelo utilizador e assim expandir a biblioteca de materiais.

Para entrada das cargas permanentes (p. ex. estrutura da cobertura) é possível usar também uma biblioteca extensa de materiais, possível de ser expandida. Os geradores integrados no RX-TIMBER Frame permitem uma criação confortável de diversos casos de carga de vento e neve. Através dos botões de informação é apresentado o mapa de zonas de vento e de neve do respetivo país. A correspondente zona pode depois automaticamente ser adotada com um duplo clique. Os casos de carga são apresentados graficamente para controlo. É também possível especificar as cargas manualmente.

De acordo com as cargas geradas, o programa cria automaticamente no fundo as combinações para o estado limite último, estado limite de utilização e proteção contra incêndio. Com o módulo adicional RF-COMBI, as combinações geradas podem ser analisadas e, caso necessário, ajustadas.

Dimensionamento

No programa podem ser definidas as seguintes configurações para o cálculo:
  • Verificações a serem realizadas:
    • Seleção das verificações que devem ser efetuadas
    • Definição, se as reações de apoio e as deformações devem estar nos dados de saída ou não
    • Ajustamento dos valores limite recomendados para análises de deformação nos estados limite último e de utilização
    • Definição livre de parâmetros para efetuar as verificações da proteção contra incêndio pelo método simplificado 
    • Aumento das rigidezes de flexão para ações de flexão em borda plana
Casos de dimensionamento separados permitem uma análise flexível para ações específicas assim como para análises de estabilidade individuais. O tipo de verificação a ser efetuado pode ser definido nos parâmetros de controlo.

Resultados

A seguir ao dimensionamento, RX-TIMBER Frame apresenta todas as verificações realizadas com todos os resultados intermédios necessários, em tabelas claras e bem organizadas. Como o programa mostra os resultados intermédios em detalhe, é garantida transparência para todas as verificações.

Além disso, é possível representar numa janela separada o diagrama de resultados de uma qualquer posição x da viga. Para tal, RF-TIMBER Frame pode representar as deformações assim como os esforços internos individuais.

As verificações incluindo detalhes de dimensionamento e diagramas de resultados selecionados, podem ser integrados no relatório de impressão, sendo assegurada uma documentação bem estruturada. O relatório de impressão pode ser completado por gráficos, descrições, imagens etc. Igualmente, é possível especificar os dados do cálculo que devem aparecer no relatório.

1.1 Tipo de pórtico
1.1 Tipo de pórtico
1.2 Geometria
1.2 Geometria
1.3 Cargas
1.3 Cargas
Carga gerada
Carga gerada
2.1 Combinações de cargas
2.1 Combinações de cargas
2.2 Verificações
2.2 Verificações
2.8 Reações de apoio
2.8 Reações de apoio
Relatório de impressão
Relatório de impressão

CONTATO

contact to arkisoft
Tem alguma questão sobre os nossos produtos ou necessita de ajuda para a escolha dos produtos para o seu trabalho? Entre em contato conosco ou consulte as perguntas mais frequentes (FAQ).
comercial@arkisoft.com.br